A árvore

19.10.2019

 

Imagine que você é uma árvore. Daquelas bem grandes, fortes, robustas. Com um tronco de largo diâmetro, sólida, subindo em direção ao alto com certeza de seu propósito.

 

A partir de certa altura, grossos galhos brotam do tronco seguindo direções diversas, e de cada um outros galhos menores surgem e se estendem para todos os lados. Destes, outros e outros e outros, numa profusão de braços que se entrecruzam, se tocam e pouco a pouco vão fechando a passagem, de tantos que são.

 

Cada nova geração de galhos é mais fina, até que dos ramos começam a brotar folhas, que se multiplicam em milhares e formam a copa de tal majestosa árvore. A luz do sol já não passa mais, e a malha exuberante coroa a existência do vegetal, que imponente se estabelece, dominando a região.

 

Eis que lá no alto, quase na ponta de um dos mais novos e modestos ramos, em meio às folhas surge uma única flor.

 

Se você é esta árvore, a flor representa a sua consciência. Todo o restante da bela e frondosa árvore é o inconsciente. Além de muito mais vasto, numa proporção que beira o infinito, é também muito mais poderoso. É quem realmente define a vida do portentoso vegetal.

 

A flor é importante. É o contato com o mundo externo, atraindo admiração e diálogo, e consequentemente aprendizado e crescimento. Mas não é o todo.

 

E o ego? Esta instância da psique, cuja atribuição é gerenciar a consciência, é um grãozinho de pólen no âmago da flor. É quem possui a tarefa de avaliar, julgar e decidir, mas que muitas vezes se esquece que é a seiva que corre em todo o inconsciente a que vai realmente definir os caminhos.

 

Saibamos ver a devida posição de nossa consciência no contexto de nosso ser, e teremos possibilidades bem mais amplas de viver com equilíbrio, qualidade psicológica, em alinhamento com nosso verdadeiro eu, que é inconsciente.

 

Flávio Fonseca

flaviofonsecapsi@gmail.com

Please reload

  • YouTube ícone social
  • Instagram - Flávio Fonseca - Psi
  • Instagram - InsightsFF
  • Facebook - Flávio Fonseca - Psi
  • Facebook - Jogo da Transformação

© 2018 por Flávio Fonseca.